terça-feira, 31 de janeiro de 2012

100 Anos: parabéns à Infanta D. Maria Adelaide!


Logo à noite prestaremos a SAS Maria Adelaide de Bragança a nossa homenagem e gratidão, pela sua extraordinária vida, exemplo de coragem e nobreza que tanta falta faz nos dias de hoje. Conheça a incrível história de uma verdadeira Princesa que completa hoje 100 anos, hoje no jornal i.

1 comentário:

JF disse...

Divulgue e adira ao nosso projecto que tem como objectivo que haja um referendo para que possamos escolher se queremos uma Monarquia ou Republica.


Esta é a nossa ideia:
Criar um Movimento denominado Alvorada, que reúna monárquicos de todo o País, em torno da ideia da restauração da Monarquia em Portugal.
Quando este Movimento já tiver um número apreciável de monárquicos activistas, deles serão escolhidos vinte e dois, um por cada distrito nacional que, por sua vez, escolherão e coordenarão representantes da Alvorada em cada um dos concelhos do distrito que representam.
Os vinte e dois representantes dos vinte e dois distritos de Portugal reunirão, quando oportuno, numa capital de distrito previamente escolhida. Aí se consensualizarão em torno de uma Convenção Nacional.
Esta Convenção, coordenadora de todas as distritais, desencadeará inúmeras actividades, de entre as quais, uma das primeiras, estimamos que seja a organização de uma gigantesca manifestação monárquica a Lisboa, vinda de todas as distritais, numa verdadeira onda azul e branca, para, em frente do Palácio de Belém e da Assembleia da República, exigir que a revisão constitucional que se avizinha, contemple a possibilidade da realização de um referendo nacional sobre o regime que nos deverá governar daqui em diante, a República ou a Monarquia.
Esta manifestação da Alvorada será precedida da devida preparação de material de propaganda, como a fundação de sites, a construção de cartazes e a impressão de folhetos.
Se é monárquico e acredita neste sonho, JUNTE-SE A NÓS.
Lembre-se do que disse o poeta, "Deus quer, o Homem sonha, a Obra nasce!".
Esta é a nossa ideia:
Criar um Movimento denominado Alvorada, que reúna monárquicos de todo o País, em torno da ideia da restauração da Monarquia em Portugal.
Quando este Movimento já tiver um número apreciável de monárquicos activistas, deles serão escolhidos vinte e dois, um por cada distrito nacional que, por sua vez, escolherão e coordenarão representantes da Alvorada em cada um dos concelhos do distrito que representam.
Os vinte e dois representantes dos vinte e dois distritos de Portugal reunirão, quando oportuno, numa capital de distrito previamente escolhida. Aí se consensualizarão em torno de uma Convenção Nacional.
Esta Convenção, coordenadora de todas as distritais, desencadeará inúmeras actividades, de entre as quais, uma das primeiras, estimamos que seja a organização de uma gigantesca manifestação monárquica a Lisboa, vinda de todas as distritais, numa verdadeira onda azul e branca, para, em frente do Palácio de Belém e da Assembleia da República, exigir que a revisão constitucional que se avizinha, contemple a possibilidade da realização de um referendo nacional sobre o regime que nos deverá governar daqui em diante, a República ou a Monarquia.
Esta manifestação da Alvorada será precedida da devida preparação de material de propaganda, como a fundação de sites, a construção de cartazes e a impressão de folhetos.
Se é monárquico e acredita neste sonho, JUNTE-SE A NÓS.
Lembre-se do que disse o poeta, "Deus quer, o Homem sonha, a Obra nasce!".

ADIRA: http://www.facebook.com/pages/ALVORADA-O-Regresso-da-Monarquia/357716540924598