terça-feira, 30 de novembro de 2010

O preconceito no tratamento social na República Portuguesa

Por várias razões, não difíceis de intuir, o uso dos títulos a seguir à "implantação" terrorista da República ampliou-se, generalizou-se e tomou a forma de "escadaria" no percurso social. Não há país mais pretensioso no uso dos títulos que a república Portuguesa. Qualquer bacharel é Doutor X, qualquer licenciado é o Senhor Doutor Engenheiro XY. Este abuso desapropriado numa República laica e igualitarista podia pressupor uma lógica compreensão face ao significado das distinções – nobiliárquicas ou não –, as suas origens e, sem complexos, do seu significado enquanto "património" pessoal. Mas não...



Ler o resto aqui.

1 comentário:

Rui Monteiro disse...

Estou pouco preocupado, o facto de ser Licenciado tem no meu diploma escrito "o direito a usar o título 'Dr. Rui Monteiro"
Há pessoas que dão mais valor a estas coisas, 99% das vezes esqueço-me disto, os que mais se preocupam normalmente é pela falta de mérito pessoal.