terça-feira, 11 de novembro de 2008

Eles não aceitavam "Ordens" de ninguém....

Porque é que os revolucionários de 1910 mantiveram o espírito das Ordens? Era vê-los de peito cheio de nada, todos catitas!! Porque é que não aboliram a coisa por decreto e decretaram a "Medalha" ou a "Chapinha", usando os termos linguísticos apropriados às novas linguagens revolucionárias? Porque é que a República condecora com Ordens, esta nova nobreza republicana, em vez de manter tudo igual como manda a santa constituição?

5 comentários:

Anónimo disse...

Pois, uma falta de coerência enorme! Também se servem dos palácios que os nossos Reis nos deixaram! Autênticos USURPADORES!

Rui Monteiro disse...

O problema de muitos republicanos que minam o sistema é precisamente porem-se em biquinhos de pés com títulos de Doutores e Engenheiros, será está a Igualdade que tanto dizem ? ou será Hipocrisia Republicana ?
As "grandes" pessoas destingem-se pela humildade e não pela arrogância ...

Simão dos Reis Agostinho disse...

É de facto incrível que as ordens sejam concedidas por quem nenhum direito tem sobre elas... nenhum!

Nuno Castelo-Branco disse...

Essas "ordens" não valem um chavo, pois foram quase todas, para não dizer TODAS, mutiladas*. São pechisbeque do mais rasca e na verdade, uma nódoa enlameada que é aposta à lapela.

*tiraram-lhes a coroa e perderam todo o valor de origem. Simples e contrafacção da mais rasca!

Nuno Castelo-Branco disse...

Tem razão, Simão! Ainda por cima, a Ordem de Cristo ser atribuída por ateus confessos, só dá para rir! Que a tivessem abolido, como os franceses fizeram com a do Saint-Esprit. O problema é o peso desta Ordem na nossa História. Coitados, miseráveis patetinhas...