quinta-feira, 7 de outubro de 2010

A todos os marimbistas que me lêem

Caros marimbistas:

Vós que representais mais de metade da população Portuguesa, convido-vos a sairem do vosso comodismo e a terem uma atitude cívica, porque é de vós que depende o futuro de Portugal.
   Tal como vossas exelências, eu também estou preocupado com a minha vidinha. Pudera! Estou a acabar o curso universitário e tenho uma data de projectos para realizar.
Mas ao contrário dos senhores marqueses, eu não fico encostado à parede a ver o eléctrico passar e vou atrás dele.
    Estou desiludido com vossas senhorias. Pensava eu, que no dia 5 de Outubro de 2010, me davam a alegria de ter notícias da vossa presença, de conhecer a vossa opinião, ler coisas diferentes nos jornais que falassem numa mudança de atitude perante uma efemeridade tão marcante. (Da pior forma, claro!)
   Mas não! Como nada se passasse. Li o mesmo de sempre, sempre as mesmas palavras e a falta de atitude. Tudo na mesma. Mesmo que o IVA suba, o poder de compra desça e a roubalheira continue, está tudo bem.
   Desde que haja futebol, novelas, subsídios e cerveja é o que importa. Quem quer saber do Sócrates ou do facto que a exposição organizada por esta plataforma não tenha saído nos jornais? Ninguém! E a resignação continua.
   Sim, dão a desculpa que está tudo mal, que há horários a cumprir, que há contas a pagar, que há trabalho a fazer. Só desculpas para não participar no colectivo. Mesmo que não percebam que ao preocupar-nos com os outros, preocupamo-nos connosco.
   José Sócrates e Cavaco Silva pedem coesão, pedem coragem, pedem sacrificios.
Já que pedem, penso que no dia 5 de Outubro de 2010 poderiam ter-lhes dito para gastarem menos.
Mas não! Reduziram-se ao vosso medo e egoísmo. Pela preguiça do acharem que isso é para os outros.     Mesmo que custe pouco.
    Para terminar, acho que o problema deste país é não haver opiniões. Não me assusta haver monárquicos, republicanos, fascistas, comunistas, socialistas, democratas. Assusta-me é existirem gente como os senhores que só aparecem para críticar e exigir.

1 comentário:

André disse...

E nesse sentido, tenho de deixar aqui escrito, como já comentei outras vezes com amigos, esta plataforma foi uma grande lufada de ar fresco.
Hajam mais lufadas como esta para que o ambiente se renove =)
Parabéns e obrigado, gentes da plataforma ;)