quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Há por aí muitos mastros e varandas a pedi-las


10 comentários:

Daniel Nunes Mateus disse...

Completamente de acordo

Nuno Castelo-Branco disse...

... mas não existem bandeiras para tanto!

Octávio dos Santos disse...

Não há? Manda-se fazer!

Anónimo disse...

continuo à espera de um empreendedor que comece a produzir merchandising monárquico com bons preços. As bandeiras da república, aquando do campeonato de futebol, compravam-se nos supermercados a 1 (um) euro ! Já viram por quanto fica comprar uma bandeira do reino numa casa da especialidade? tenho a certeza de que, se houvessem bandeiras azuis e brancas em quantidade e baratas já o país estaria coberto delas!!
E o mesmo em relação a autocolantes, pins e etc.
Não há nenhum blogueiro que tenha algum capital para investir e criar um site de venda de material monarquico aqui na Net? Se eu tivesse algum $$ já estava no ramo, porque clientes nao faltam!

Nuno Castelo-Branco disse...

Pois anónimo, nós os "privilegiados e ricos" monárquicos não temos um tostão furado!

Anónimo disse...

Bem ... bandeiras e "pin's" podem comprar-se numa loja situada quase defronte do «Gambrinus» na baixa de Lisboa. Mas as bandeiras são carotas ...

Câmara disse...

Comprei uma bandeira, de 100x70 cm a 15 euros sem IVA, nos escritórios da Publifast (http://publifast.pt/), que ficam para os lados do colégio militar. É estampada mas para mim está óptima (não a tenho comigo, quando tiver posso tirar uma fotografia para verem a qualidade). Existiam lá bandeiras "monárquicas" com metade azul e metade branco (as de uso em terra) e as de 1/3 azul e 2/3 branco (uso no mar) [e também estava lá uma bandeira do PPM já agora]. Também existiam bandeiras mais pequenas. Foi o sítio mais barato que encontrei. Ainda tinham algumas em stock, mas talvez com uma "vaga" de compras pode ser que façam mais.

Cumprimentos

Adenda ao título disse...

Mastros, varandas e caixotes do lixo...

Daniel Nunes Mateus disse...

Grafitis monárquicos é que era. Não é nada que antes do 25 de Abril não se tenha feito :)

Daniel Nunes Mateus disse...

Claro em suporte totalmente legal (Placares de madeira próprios, papel de desenho, plástico) para não vandalizar a propriedade publica :)