sábado, 4 de outubro de 2008

A falta de honestidade intelectual da república sem republicanos

Acabo de ouvir no telejornal da SIC uma artista plástica convidada para algo a respeito das comemorações do 5 de Outubro no Palácio de Belém, de nome Joana Vasconcelos, afirmar que "a 1.ª República trouxe o direito de voto às mulheres". Para além de ser falso, creio que só ficava bem à SIC rectificar tal errónea afirmação. E se necessitarem de justificação factual é só consultar este artigo de João Távora e Carlos Bobone na Plataforma do Centenário da República.

7 comentários:

João Távora disse...

É preciso e ter muita paciência... não tarde vamos assistir a baboseiras piores com inaugurações foguetes e fanfarras!

RockyBalbino disse...

Haja pachorra, de facto...

space_aye disse...

Só demonstra desconhecimento por parte da dita artista plástica e da própria SIC que também não a corrigiu por desconhecimento.
Nem toda a gente conhece a 1ª República.
Aliás nem toda a gente vive a atacar a República como vocês.
Mas isso não quer dizer que as pessoas não devam conhecer a sua história.

estreia_a_virgem disse...

Deve ser porque são mulheres... como a república.

Se tivessem ficado em casa a cuidar dos filhos, ou mantido a boca calada, não saía asneira.

Rui Monteiro disse...

Eram os republicanos de 1926 a 1974 que obrigavam as mulheres a fica em casa ... não eram os monárquicos :)

space_aye disse...

Hahahahaha.
Não eram os monarquicos? Essa é boa.
Então no tempo da monarquia as mulheres podiam votar? Não! nem sequer nessas eleições fraudulentas.
No tempo da monarquia era pior ainda, as mulheres queriam-se era analfabetas e donas de casa.
Era essa a mentalidade da época e dos próprios monarquicos.
Na República pouco mudou.
Apenas se abriu espaço para as mulheres se instruirem.

Luís Bonifácio disse...

E se a embrulhássemos?