sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

centenário em Setubal, começa a 19 de Abril deste ano

Comemorações do Centenário da República no Distrito de Setúbal

As actividades decorrerão ao longo de 2009 e 2010

O Instituto Politécnico de Setúbal, através da Escola Superior de Educação, juntamente com o Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, o Centro de Estudos Bocageanos e o Centro de Actividades Pedagógicas Alda Guerreiro decidiram criar uma plataforma comum para a comemoração do Centenário da República ao nível do Distrito de Setúbal.

Um dos primeiros objectivos desta iniciativa é realçar o modo como se verificou a difusão do republicanismo e a implantação da República na cidade de Setúbal e nos concelhos que constituem hoje o distrito.

De facto, Setúbal à semelhança de outras cidades e vilas do distrito anteciparam a implantação da República e desempenharam um papel político fundamental na instauração do regime republicano, agindo logo a 4 de Outubro de 1910, como se a Revolução já estivesse em curso.

Na realidade, desde o último quartel do século XIX que o movimento republicano se vinha desenvolvendo nesta região desde os concelhos ribeirinhos do Tejo e do Sado até ao concelhos mais a sul, já em pleno Alentejo Litoral.

Do mesmo modo, também a escolha da cidade de Setúbal para a realização do Congresso Republicano em 23, 24 e 25 de Abril de 1909, que decidiu a via insurreccional para implantar a República, representa outro marco histórico que justifica ser devidamente evocado e valorizado por parte da cidade e do distrito.

As instituições referidas constituíram-se em Comissão Organizadora das Comemorações do Centenário da República no Distrito de Setúbal e entendem que a forma de melhor honrar e preservar localmente essa memória passa pela associação às Comemorações Nacionais e simultaneamente pelo desenvolvimento de um programa próprio.

Com esse Programa pretendem as entidades organizadoras mobilizar vontades e saberes, quer dos investigadores, quer de várias instituições regionais e nacionais, nomeadamente autarquias, empresas, associações culturais, instituições de ensino superior, na perspectiva de potenciar a reflexão e a investigação científica, bem como alargar e aprofundar o debate científico e proporcionar conhecimento sobre esta temática a outros públicos da comunidade local e do distrito.

A Comissão Organizadora é constituída por Albérico Afonso, Helena Simões, Luísa Solla e Marta Alves (ESE/IPS), Alice Samara (IHC/FCSH), Daniel Pires (Centro de Estudos Bocageanos) e João Madeira (Centro de Actividades Pedagógicas Alda Guerreiro).

Ver Programa em PDF

Conteúdo do documento:

Do Tejo ao Sado - 100 anos da República
Programa para as Comemorações
do Centenário da República no Distrito de Setúbal


Colóquio – “O Congresso Republicano de Setúbal de 1909: O Republicanismo entre a revolução e a ordem” 18 de Abril de 2009 (local a designar).

Cronologia – Lutando pela “Nova Aurora”
Organização de uma cronologia dos eventos protagonizados por republicanos entre 1880 e 1910 nos concelhos que constituem o actual Distrito de Setúbal. (Já foram constituídos grupos de trabalho em alguns concelhos do distrito que estão a fazer a pesquisa empírica para concretizar este projecto. Edição de uma publicação com a Cronologia estabelecida).

Projecto – “Recuperar a memória da I República”
O projecto tem o objectivo de iniciar um fundo documental digital sobre a I República. Com este projecto pretende-se apelar para a população em geral para que emprestem para digitalização documentos, fotografias e objectos para que se recupere a memórias sociais deste período. Neste projecto pretende-se envolver professores e alunos da Escola Superior de Educação de Setúbal bem como professores e alunos de outros concelhos que venham a aderir a esta iniciativa.
Do mesmo modo serão ainda envolvidos Arquivos Municipais e Bibliotecas
Municipais.
Já foram iniciados contactos com órgãos de comunicação social local (rádio e jornais) para discutir formas de participação neste projecto. Realização de um azulejo registando a memória do Congresso numa das ruas da cidade de Setúbal. Esta actividade é realizada com o apoio da Junta de Freguesia de São Sebastião.

História ao vivo

Esta actividade pretende envolver grupos de teatro e escolas do 1º e 2º ciclos do ensino básico. (Com o apoio da Junta de Freguesia de São Sebastião).

Exposições
Exposições Temáticas
Responsáveis Data Local
Alda Guerreiro e o Ensino Popular no Litoral Alentejano
CAPAG/ADECLA Jan.2009 ESE
Escolas
100 anos do Congresso do P:R:P FMS Abr 2009 ESE;
Escolas
Exposição Bibliográfica sobre o ensino na República CEB Set. 2009 ESE – B. de Portugal
Trabalho e quotidiano em Setúbal no início do séc. XX Mus.
Trabalho Casa Bocage
Maio/Out. 2010
M. Trabalho
Siglas: FMS – Fundação Mário Soares; CEB – Centro de Estudos Bocageanos; CAPAG – Centro de Actividades Pedagógicas Alda Guerreiro; ADECLA – Associação para o Desenvolvimento Educativo e Cultural do Litoral Alentejano; IHC – Instituto de História Contemporânea da FCSH; ESE – Escola Superior de Educação de Setúbal Edição de Catálogos das exposições
[II] Encontro de Estudos Locais.

Outubro de 2010

O Encontro de Estudos Locais, o segundo a ser organizado pela ESE de Setúbal, toma o Centenário da República como tema de fundo procurando mobilizar os estudiosos locais, durante 2 dias. Funcionará em Sessões Plenárias com conferencistas convidados e Seminários onde serão apresentadas e debatidas as comunicações que integrarão as seguintes áreas temática:
Setúbal: Eixos de Desenvolvimento; A escola, espaço de preservação, criação e transmissão; Memórias sociais, Património e identidade; História Local; Ambiente e Recursos Naturais; Literatura, Artes Plásticas e Estudos Artísticos; Cinema e Artes Dramáticas. Serão editadas as Actas do Encontro.

Outras Actividades

Ao longo de 2009 e 2010, ocorrerá um conjunto de Actividades paralelas, com destaque para exposições, workshops, ciclo de cinema e representações teatrais. Estas sessões decorrerão não só em diversas escolas do Instituto Politécnico de Setúbal, bem como em diversos espaços da cidade de Setúbal e de outras cidades do distrito, de acordo com parcerias que se venham a estabelecer com as câmaras municipais ou outras entidades do distrito.

Edição de uma Colecção de postais.

Edição de um “Caderno Diário” em Banda Desenhada sobre o Congresso de 1909 e o 5 de Outubro em Setúbal. (Com a colaboração e apoio da Junta de Freguesia de São Sebastião (Setúbal).


Setúbal 08 de Janeiro de 2009


bem haja

3 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

Dizem que querem "recuperar a memória"?
A nossa resposta é clara: COM TODO O PRAZER, podem estar certos de que tudo faremos para que a verdade seja contada, deixando de lado uma propaganda velha de 130 anos.

Rui Monteiro disse...

Vamos lá recuperar a memória da pin-up de há 100 anos com o peito à mostra que agora precisa de ir fazer uma plástica. Cheira-me que os republicanos sofrem todos de Alzeimer ... dizem que a 2ªRepública não era república ... esquecem-se dos assassinatos e afins ... mas nós cá estamos para repor a verdade !

Não temos nada a perder meus caros ... ao contrário dos republicanos que têm medo de perder os tachos :)

Ricardo Gomes da Silva disse...

Não se esqueçam que 10 milhões é muito dinheiro, suficiente para por muito povo a debitar mentiras

E ainda vamos ter um monumento, possivelmente no terreiro do Paço

bem haja