segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Agora tal como antes ...

Há cem anos, a 3 de Novembro de 1910, Afonso Costa, recém-nomeado ministro da Justiça da jovem República Portuguesa, apresentou a primeira Lei do Divórcio, completada por outras a 25 de Dezembro (que não era Natal, mas "Festa da Família Portuguesa" por decreto da presidência do Governo Provisório de 12 de Outubro). Na altura governava uma pequena elite urbana que se sentia dona do futuro e impunha as suas teorias à massa ignara. O resultado dessa governação foi a maior catástrofe social e económica do Portugal moderno.

João César das Neves
in Diàrio de Notícias, 1/9/2008

10 comentários:

Pedro Fontela disse...

Se estar de acordo com César das Neves não é um sinal de que há algo de errado na nossa opinião não sei o que será...

RPA disse...

caro Pedro Fontela,

Estar de acordo uma vez não significa estar de acordo sempre.

RICARDO PINHEIRO ALVES disse...

Caro Pedro Fontela, estar uma vez de acordo com JCN não significa estar sempre de acordo. Eu não sou socialista.

Pedro Fontela disse...

Ricardo Alves,

Pois... os rótulos são uma maravilha... :)

Agora mais a sério, se for tido em conta a agitação monárquica para destabilizar o regime, a situação económica herdada da monarquia (que essencialmente a esquerda republicana não conseguiu alterar) e a situação internacional reparamos que se calhar as "tricas" do PRP não eram assim tão claramente a causa de todos os males do país.

Além disso há outros desastres a considerar no século XX como o estado novo e a questão colonial cuja abrangência é capaz de ser bem mais vasta e mais negativa.

Anónimo disse...

"Socialista" ou não tem pelo menos uma das suas caracteristicas mais comuns, é mentiroso

space_aye disse...

Caro Ricardo Pinheiro Alves, é contra o divórcio ou faz ´posts so para criticar a República porque é monárquico?

Pedro Fontela disse...

rpa,

É capaz de ter razão mas sabe aqueles nomes que a pessoa treme quando os ouve porque sabe que vai sair uma enormidade dali? Pois JCN é um desses nomes... pelos vistos intocável na redação do DN (apesar de ser claramente de direita e conservador e da suposta conspiração de esquerda que monopoliza os meios de comunicação, isto segundo o Ricardo Alves :) )

rpa disse...

Caro Pedro Fontela,

As tricas do PRP só vieram agravar a situação do país. Eu estou á vontade para o dizer até porque não sou monárquico (para o space-aye).

Mas agitação houve especialmente durante a monarquia, quando os republicanos não olharam a meios para atingir os seus fins.

JCN é apenas uma excepção que confirma a regra. Os jornais anglo-saxónicos também usam o mesmo truque.

Rui Monteiro disse...

Alguém me explica como é que o preço do pão aumento 21 vezes de 1910 a 1926 ? A culpa era do Rei e da monarquia ? Claro que isso não tocava minimamente na classe burguesa que governava o país.

space_aye disse...

Deixem de ser hipócritas.
Vocês berram, esperneiam, fazm propaganda, criticam aqui e ali mas a vossa mágua é a nobreza não ter um lugar abastado hoje em dia como tem a burguesia.
Aí é que está!
O que vos interessa o povo? Parem de brincar á monarquia!